Seguro viagem mais barato, vale a pena?

Contratar um seguro viagem mais barato nem sempre é uma tarefa fácil, em especial se levarmos em consideração apenas seu preço. Nesse artigo iremos abordar as várias características que devem ser exploradas antes de contratar um seguro viagem.

Confira os 5 passos que você deve seguir para acertar na hora de contratar seu seguro viagem.

1 – Para onde você vai?

Conhecer seu destino é o primeiro passo para realizar uma contratação de seguro viagem mais assertiva. É importante ter em mente que algumas localidades possuem exigências bem especificas quanto a necessidade de um seguro viagem.

No caso dos países que fazem parte do Tratado de Schengen, a exigência é de um seguro viagem com cobertura de pelo menos 30 mil euros, ou o equivalente em dólares.

Mas não pense que apenas os países europeus fazem exigências quanto a contratação de um seguro viagem. Na América Latina temos dois exemplos disso: Cuba e Venezuela.

Para entrar em Cuba, o turista precisa contratar um seguro viagem com valor mínimo de 10 mil dólares e cobertura de assistência médica. Já na Venezuela a exigência é maior ainda, uma vez que o turista precisa de um seguro viagem com cobertura mínima de 40 mil dólares!

2 – Quanto tempo você vai ficar?

O valor do seguro pode variar por diversos fatores, e um dos fatores que pode influenciar diretamente em seu preço final é o tempo de duração da viagem.

A forma correta para realizar esse calculo é levando em consideração o dia de sua partida (do País de origem) e o dia de seu regresso (ao País de origem), assim você evita cobranças desnecessárias e problemas com apólices não ativas.

Outro ponto que merece atenção é quanto a prorrogação de uma viagem. Esta deve ser informada o mais rápido possível para a seguradora, a fim de que você não fique um minuto se quer em solo estrangeiro sem a cobertura de um seguro viagem válido.

3 – Quantas pessoas vão com você?

Uma das maiores vantagens em contratar um seguro viagem em família é que o valor por pessoa pode ficar mais barato a cada membro. Um exemplo disso é encontrado no seguro viagem oferecido pela Real Seguros, que oferece uma tabela especial para famílias e grupos de amigos.

Na hora de contratar o seguro viagem, informe ao especialista da Real Seguros quantas pessoas farão parte da viagem, se elas já possuem (ou não) seguro, suas idades e se todos permanecerão o mesmo tempo em viagem, assim você pode garantir descontos especiais para contratação em grupo.

4 – Você tem seguro viagem no seu cartão de crédito? Tem certeza?

É bastante comum que os clientes de cartões de crédito façam a contratação do seguro viagem através de suas administradoras, o que pode parecer uma grande economia e conforto, acaba se tornando um grande problema, em especial quando certas necessidades surgem durante a viagem.

Avalie bem as coberturas que você possui e o quanto paga por elas, pode parecer simples, mas durante um imprevisto, não é o ideal contar com a sorte. Um seguro viagem muito barato, pode acabar saindo muito caro.

5 – Conclusão: Seguro viagem mais barato, vale a pena?

Existem planos de seguro viagem específicos para cada situação, e como falamos no início do artigo, não vale a pena começar a escolher seu seguro viagem olhando apenas para o custo, mas antes disso manter seu foco nas coberturas e vantagens que a seguradora oferece.

O Grupo Real, através da Real Seguros, oferece planos de seguro viagem que cabem no seu bolso, com coberturas incríveis e vantagens a perder de vista. Vale muito a pena entrar em contado com os especialistas da Real Seguros e realizar uma cotação através de telefone, WhatsApp ou E-mail.

Gabriel Barros

É profissional de Content Marketing e utiliza seu conhecimento e experiência para ajudar os clientes do Grupo Real a atingir seus objetivos através de informação e conteúdo de qualidade.

2 comentários em “Seguro viagem mais barato, vale a pena?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *